má digestão

Má digestão: Causas e tratamentos

Provavelmente, você já sofreu em algum momento com os incômodos causados pela má digestão. Aquela incômoda sensação de barriga inchada, queimação e flatulência após as refeições são alguns exemplos.

Contudo, você conhece as causas e tratamentos desta condição? Caso não, recomendamos a leitura deste post. A seguir, explicaremos tudo o que você precisa saber a respeito do tema.

O que é má digestão?

A má digestão, ou dispepsia, é uma condição que se caracteriza por uma dor aguda na parte superior do abdômen e/ou por outros sintomas muito desconfortáveis, como enjoo, vômitos, arrotos e sensação de estômago cheio.

Ainda, a indigestão pode ser causada por diferentes fatores, sendo um problema que ocorre isoladamente ou pode ter relação com algumas patologias, como gastrite, úlceras, doenças celíacas e distúrbios hepáticos.

Ademais, esse desconforto pode ser provocado pelo próprio paciente, a partir da manutenção de alguns hábitos. Esse é o caso, por exemplo, da ingestão acentuada de líquidos durante as refeições ou comer muito rápido.

Quais são os sintomas?

O sintoma mais característico da má digestão é o desconforto na parte superior do abdômen, que varia de intensidade. Outros sinais que podem aparecer são: sensação de empachamento e saciedade precoce.

Além disso, a indigestão é uma das principais causas da produção de gases intestinais. Geralmente, vêm acompanhados de perda de apetite, fisgada no peito, falta de ar e arrotos frequentes.

Por fim, a condição também provoca a azia, problema caracterizado pela sensação de queimação no estômago em função do retorno do suco gástrico do estômago para o esôfago decorrente do enfraquecimento do esfíncter esofágico.

Como a indigestão é causada?

Existem diferentes condições que podem provocar a dispepsia. Uma delas é a alimentação. O consumo de alimentos industrializados, gordurosos, cheios de conservantes e corantes causam uma desaceleração do trato digestivo, interferem no funcionamento gástrico e podem afetar o equilíbrio da microbiota intestinal.

Por isso, reduza a ingestão de carnes gordas, frituras e alimentos com muito condimento. O feijão, a ervilha e o grão-de-bico também devem ser consumidos com moderação, pois causam gases ao fermentar no organismo.

Além disso, beber líquidos durante as refeições pode atrapalhar a digestão. Assim, os médicos recomendam o consumo máximo de 200 ml de água ao comer. Outros produtos ricos em açúcares devem ser evitados.

Outrossim, a má digestão pode ocorrer em decorrência da ingestão rápida de alimentos. Então, mastigue bem, triture os alimentos e deixe a saliva facilitar a quebra para que os alimentos cheguem pré-digeridos no estômago.

Existe tratamento para má digestão?

A principal forma de tratar a má digestão é mudar os comportamentos, principalmente aqueles relacionados à alimentação. Então, diminua o consumo de carnes, derivados de leite, cafeína e gorduras.

Ademais, procure aumentar o número de refeições durante o dia, reduzindo a quantidade de alimentos em cada uma delas, evite o consumo de líquidos enquanto faz as refeições, não fume e sempre coma devagar.

Além disso, o médico também pode prescrever medicamentos que ajudam a tratar o problema. Porém, ele primeiro irá buscar a causa do desconforto e, posteriormente, indicar o remédio mais adequado.

Então, com a leitura deste post, você conheceu as principais causas da má digestão, os sintomas mais frequentes e as formas mais eficazes de tratamento. Caso sofra com esse desconforto, procure um médico para ser avaliado.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião em Belo Horizonte! 

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp