digestão

5 hábitos que podem prejudicar a digestão

Normalmente, você sente desconfortos estomacais após as refeições? Caso tenha respondido positivamente, é provável que exista algum hábito que esteja prejudicando a digestão dos alimentos. Para reduzir esse incômodo, basta alterar tal comportamento.

Neste sentido, preparamos este post para explicar um pouco mais sobre a influência de alguns hábitos no funcionamento do processo digestório.

Hábitos que podem prejudicar a digestão

A seguir, conheça 5 hábitos que prejudicam o processo digestivo.

1) Ingestão inadequada de água

O consumo de água é recomendado e necessário para que o organismo desempenhe suas funções corretamente. No entanto, essa ingestão deve seguir a média de quantidade recomendada, que é de, pelo menos, 2 litros por dia.

Quando o consumo é menor, pode resultar em problemas intestinais, como a constipação. Isso porque a água contribui para a manutenção do fluxo das fezes. Por isso, mude esse hábito e passe a ingerir a quantidade diária recomendada de água.

2) Comer rapidamente

Embora seja um comportamento que nem sempre é percebido e acaba sendo realizado automaticamente, comer rapidamente influencia na qualidade da mastigação. Por si só, já compromete a digestão.

Entretanto, os problemas não param por aí. Ao ingerir muitos alimentos em um curto espaço de tempo, o cérebro não consegue distinguir o que está sendo consumido. Com isso, o estômago tende a ficar sobrecarregado.

Isso porque, quando conseguimos mastigar corretamente, o organismo libera uma enzima que favorece a quebra das moléculas do alimento, iniciando a digestão. Ao triturar bem os alimentos, essa enzima consegue agir.

3) Fumo e álcool podem afetar a digestão

Em primeiro lugar, no que diz respeito ao tabagismo, a nicotina pode causar redução na contração do estômago, prejudicando o processo digestório. Além disso, o tabaco enfraquece o esfíncter esofágico, válvula que impede o retorno dos alimentos para o esôfago, após entrarem no estômago.

Ademais, no caso do álcool, o seu consumo excessivo faz com que seja absorvido pelo sistema gastrointestinal. Dessa forma, provoca irritação nas mucosas do esôfago e do estômago, afetando a capacidade de absorção dos nutrientes.

4) Estresse excessivo

O excesso de estresse traz muitos impactos negativos para o corpo, afetando consideravelmente a qualidade de vida. Esses prejuízos também são percebidos no sistema digestivo.

Isso porque compromete o funcionamento da maioria dos órgãos que atuam na digestão dos alimentos. O problema tende a ser maior quando a alimentação é realizada nestes momentos de picos de estresse.

5) Ingerir muitos carboidratos

O consumo diário de carboidratos é importante para a manutenção do bom funcionamento do corpo. No entanto, assim como outros nutrientes, a ingestão excessiva desses alimentos pode ser prejudicial para o sistema digestivo.

Isso porque, uma alimentação rica em carboidratos contém muito açúcar, tornando a digestão mais lenta. Em consequência disso, há aquela conhecida sensação de estufamento que tanto nos incomoda. Portanto, limite o consumo desses alimentos e priorize os integrais.

Então, se identificou com alguns desses hábitos? Infelizmente, eles são mais comuns do que deveriam. Porém, para evitar o desconforto estomacal e facilitar a digestão dos alimentos, se esforce para evitar os comportamentos citados neste post.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião em Belo Horizonte! 

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp