gastrite nervosa

O que é a gastrite nervosa?

Provavelmente, você já ouviu falar a respeito das inflamações estomacais, tal como a gastrite. Da mesma forma, sintomas como queimação, azia e dor abdominal são muito comuns entre a população. Contudo, você conhece a gastrite nervosa? Sabe quais são os sintomas, causas e tratamentos?

Então, não deixe de ler este post. A seguir, explicaremos tudo o que você precisa saber sobre o tema.

Saiba mais sobre a gastrite nervosa

Quando falamos de gastrite, estamos falando de um quadro que se caracteriza por uma inflamação no estômago que é comumente causada por bactérias, uso de medicamentos ou por consumo excessivo de álcool.

Ainda, essa condição provoca grande desconforto, ocasionando a formação de úlceras e sangramentos. A gastrite pode ser aguda ou crônica. No primeiro caso,  tem curta duração. No segundo, pode afetar o paciente durante meses ou até anos.

No que se refere à gastrite nervosa, ela se difere dos outros tipos. Isso porque, não provoca nenhum tipo de inflamação estomacal, mas o paciente apresenta sintomas como se houvesse o problema. 

Em função de não causar nenhuma lesão na mucosa do estômago, a gastrite nervosa não é considerada uma terminologia válida pela comunidade médica. Contudo, esse tipo de gastrite também precisa de tratamento para melhorar a qualidade de vida do paciente.

Quais são os sintomas?

A gastrite nervosa provoca sintomas semelhantes aos de outros tipos de gastrite, como queimação no estômago, sensação de enjoo, dor de cabeça, mal-estar, perda de apetite, azia, dor abdominal aguda, arrotos e gases com frequência e dificuldade de digestão.

Geralmente, a dor estomacal se manifesta em forma de pontadas, sendo o primeiro sintoma apresentado pelo paciente. Além disso, é comum que surja após uma situação ou um evento estressante.

Quais são as causas?

Quando passamos por alguma alteração emocional intensa e repentina, podem ocorrer respostas involuntárias tanto no estômago quanto em outras partes do corpo. Isso porque, a mucosa estomacal está conectada ao sistema nervoso central.

Dessa forma, as causas mais comuns de gastrite nervosa são estresse, ansiedade, nervosismo, passar por situações de pressão intensa ou em decorrência de outros transtornos emocionais.

Como é o tratamento para gastrite nervosa?

Apesar da gastrite nervosa não causar uma inflamação na parede estomacal, é possível adotar medidas terapêuticas para tratar o paciente e melhorar a sua qualidade de vida. O primeiro passo é identificar a origem dos sintomas.

Além disso, como está ligada a fatores emocionais, é fundamental que o indivíduo aprenda a lidar com seus sentimentos. Por isso, o suporte de um psicólogo ou de um psiquiatra é parte fundamental do tratamento.

Ademais, existem outras ações que podem ser prescritas por um médico, tais como, prática de exercícios físicos e a reeducação alimentar. Isso porque, existem inúmeros alimentos que agravam os sintomas e que precisam ser evitados, como o café, refrigerantes e frituras.

Então, a gastrite nervosa é uma condição mais emocional do que física, embora o paciente sinta, de fato, os sintomas. Então, se você lida com ansiedade ou estresse, busque controlar esses sentimentos para evitar o surgimento desta patologia.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião em Belo Horizonte! 

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp