hérnia

O que são telas para correção de hérnia?

Com a evolução da medicina, muitas das doenças existentes puderam ser melhor analisadas e suas origens foram reveladas. Contudo, a hérnia não foi premiada com essas descobertas, pois, até hoje, ainda não se sabe a causa evidente do problema.

Você conhece alguém que sofre com essa situação? Você já ouviu falar no uso de telas em procedimentos cirúrgicos para correção desse distúrbio? Então, continue a leitura, pois é sobre isso que iremos tratar.

O que é uma hérnia?

Este distúrbio ocorre quando há um escape parcial ou total de um ou mais órgãos por uma abertura, originada pela má formação congênita ou pelo enfraquecimento dos músculos que revestem os órgãos internos. 

Quais são os tipos de hérnias existentes?

A hérnia pode acometer diversas regiões do corpo, sendo divididas em abdominais e não abdominais. Os tipos abdominais são:

  • Inguinal – caracterizada pela insinuação dos órgãos abdominais por um orifício, até o saco escrotal, ou até o ligamento responsável pela sustentação da vagina;
  • Epigástrica – ocorre na região do abdome, entre o umbigo e o tórax, causando o afastamento dos músculos retos abdominais e a saída do tecido adiposo;
  • Umbilical – causa a saída de gordura ou de uma alça intestinal na região do umbigo;
  • Hiato – caracterizada pela profusão de parte do estômago para dentro do tórax, por meio de um orifício no diafragma;
  • Incisional – quando ocorre o abaulamento de órgãos abdominais no lugar onde houve uma incisão, decorrente de uma cirurgia;
  • Diafragmática – causada pela insinuação dos órgão na cavidade torácica, por uma abertura no diafragma.

Já os tipos não abdominais podem ser:

  • Cerebral – caracterizada pelo avanço do tecido encefálico, líquor, ou vasos sanguíneos para cavidades do crânio, ao qual não fazem parte, para o exterior da caixa craniana ou para a abertura do osso occipital;
  • Disco – causada por um rompimento de um disco cervical, fazendo com que seu líquido interno force os nervos ao redor da coluna.

Por que são usadas as telas para correção da hérnia?

As formas mais comuns de correção das hérnias são a cirurgia tradicional aberta e a cirurgia laparoscópica. Durante muito tempo, o procedimento consistia em fechar a ruptura por meio da ligação de cada tecido da região.

Esse método foi substituído pelo uso de telas, que podem ser planas ou tridimensionais. As telas planas funcionam como um remendo dos tecidos, reforçando a sutura.

As telas tridimensionais são próteses feitas de polipropileno, que não permitem a rejeição pelo organismo. Elas são acopladas à abertura, revestindo o local, removendo a tensão dos tecidos, garantindo maior proteção e oferecendo um pós-operatório com menos sintomas.

Além disso, o uso de telas contribui para a redução dos casos de recidivas. Quando o procedimento cirúrgico não utiliza as telas, a taxa de retorno da doença fica entre 10 a 15%. Quando há a aplicação das telas planas, o índice é de 2%. Já com as telas tridimensionais esse número chega a 1%.

Então, é indiscutível o benefício que as telas de correção da hérnia oferecem ao paciente, certo? 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião em Belo Horizonte!

Comentários
Avatar

Posted by Dr. Diego Paim