cirurgia bariátrica

Como será minha vida após a cirurgia bariátrica?

A cirurgia bariátrica, também chamada de gastroplastia ou cirurgia de obesidade, é um procedimento cirúrgico que visa promover a redução de peso dos pacientes com o IMC muito elevado.

Trata-se de uma operação que altera a anatomia original do estômago e, consequentemente muda a capacidade que o órgão tem de receber os alimentos. Com o estômago reduzido literalmente cabe menos comida e a pessoa emagrece.

Atualmente são realizadas mais de 65 mil cirurgias bariátricas todos os anos, mas apesar de ser extremamente eficaz no que se propõe, o procedimento não faz milagres. Além disso, é importante ressaltar que as alterações não se limitam ao peso. Leia o artigo e confira como fica a vida do paciente depois da operação.

Como fica o peso?

A redução depende da técnica envolvida, peso inicial do paciente, fatores metabólicos, disciplina em relação à disciplina alimentar no pós-cirúrgico, etc. Geralmente, na primeira semana depois da operação, há uma perda que varia entre 800g a 1kg/dia. Isso é resultado da dieta hipocalórica e dos efeitos metabólicos do procedimento. Ao final do primeiro mês, o paciente costuma perder de 8% a 12% de seu peso corporal total e segue perdendo gradualmente. Há pacientes que perdem 30, 40, 50, 60 quilos…Cada caso é um caso.

Como fica a relação com a comida?

A relação com a comida tende a mudar depois da cirurgia, isso se houver o devido acompanhamento psicológico. Infelizmente, certos hábitos nocivos e transtornos alimentares podem permanecer após o tratamento cirúrgico, como por exemplo, a compulsão e a bulimia. Na maioria dos casos o quadro melhora depois da bariátrica, mas, em outros, podem piorar ou, até mesmo, se desenvolver depois do procedimento. Saí a importante de contar com o suporte profissional de psicólogos e/ou psiquiatras.

Como fica a aparência?

A perda expressiva do peso gera uma mudança expressiva no visual, mas não podemos desconsiderar que o excesso de pele é inevitável. A alimentação balanceada, associada à prática de exercícios, pode ajudar nesse sentido. Porém, a correção efetiva dependerá de cirurgias plásticas para eliminar as sobras de pele. Outras questões estéticas que precisam ser mencionadas consistem na maior vulnerabilidade a dermatites, micoses, queda de cabelo e unhas enfraquecidas.

Como fica a saúde mental?

De modo geral, a autoestima melhora muito depois da operação, mas novamente reforço a importância de contar com o acompanhamento psicológico antes, durante e após a cirurgia. Há casos em que o indivíduo tem dificuldades para se reconhecer, não ficam satisfeitos com os resultados e têm suas expectativas frustradas. A ainda quem enfrente problemas como depressão e ansiedade pós-bariátrica. É raro, porém, pode acontecer.

Como fica a saúde física?

A saúde se beneficia muito da cirurgia. O risco cardiovascular diminui drasticamente depois da operação, assim como os níveis de glicose e colesterol no sangue reduzem bastante. Por outro lado, é indispensável fazer um acompanhamento nutricional rigoroso, pois há chances de anemia e má absorção de nutrientes. Nesse caso, a suplementação vitamínica torna-se essencial para a manutenção da saúde, bem-estar e qualidade de vida.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião em Belo Horizonte!

Comentários
Avatar

Posted by Douglas