hérnia

A hérnia pode retornar após a cirurgia?

Quando alguém se submete a uma cirurgia para corrigir um problema, como uma hérnia, por exemplo, essa pessoa espera solucionar a questão de uma vez por todas, afinal, toda cirurgia, por mais simples que seja, é um procedimento invasivo e que envolve riscos.

Infelizmente, nem todas as operações proporcionam resultados definitivos e, em alguns casos, o problema original pode retornar igual ou agravado. Será que a hérnia é um desses quadros que, mesmo depois de operado, pode voltar? Leia o artigo e descubra.

O que é hérnia, afinal?

Antes de falarmos sobre a possível recidiva de uma herniação após uma cirurgia corretiva, é importante definirmos o que é hérnia e suas implicações na saúde. A hérnia é uma espécie de escape total ou parcial de um órgão através de um orifício que pode ter sido aberto por uma má formação ou por causa de um enfraquecimento dos tecidos que protegem os órgãos internos. Vale ressaltar que as herniações podem ocorrem em diferentes partes do corpo e são capazes de desencadear sintomas como dores locais,  desconforto, inchaço, sensibilidade na região, etc.

Como é feita a cirurgia?

A técnica cirúrgica e o tempo de duração de uma cirurgia de hérnia depende diretamente do tipo de hérnia (umbilical, inguinal, incisional, entre outras). Em todas elas, o objetivo principal é reposicionar a porção do órgão que escapou, devolvendo-o ao seu local de origem. Algumas cirurgias são realizadas através da técnica aberta, porém, atualmente o procedimento feito com mais frequência é a operação via laparoscopia. Em boa parte das cirurgias há a colocação de uma tela para conter o órgão e evitar recidivas.

A hérnia pode voltar depois da operação?

Sim. Pode ocorrer recidiva mesmo após a cirurgia corretiva. É o que se chama de hérnia recidivante ou hérnia recidivada. Elas demandam uma nova operação para devolver a porção do órgão novamente ao lugar. O retorno da hérnia pode ter a ver com o aumento da pressão intra-abdominal, excesso de esforço como pegar peso, tosse crônica, entre outros fatores.

Antigamente as hérnias voltavam com mais frequência depois das operações corretivas, pois a técnica utilizada consistia em fazer o reforço local com o próprio tecido da região, porém, esse tecido já estava enfraquecido e a porção do órgão escapava novamente. Hoje, com o uso das telas, a ocorrência de hérnias recidivadas é significativamente menor.

Apesar de raro, o quadro pode acontecer a depender da técnica cirúrgica empregada, características anatômicas individuais e tipo de atividades desempenhadas. Não confunda a hérnia recidivada com a hérnia incisional. A hérnia recidivada é justamente a que retorna depois da cirurgia, enquanto a hérnia incisional é uma hérnia que se forma depois de um procedimento cirúrgico, por causa das incisões feitas na operação.

Quer saber um pouco mais sobre hérnias recidivadas? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião em Belo Horizonte!

Comentários
Avatar

Posted by Dr. Diego Paim