câncer colorretal

6 sintomas do câncer colorretal

O câncer colorretal, ou câncer de intestino grosso, é a terceira neoplasia mais comum no Brasil. Anualmente surgem mais de 18.000 novos casos no país, sendo que a maior incidência é com mulheres (52%). Vale destacar que nos últimos anos, houve um aumento de  mais de 27% na ocorrência de tumores intestinais.

Esse câncer se desenvolve gradualmente por conta de alterações celulares que crescem desordenadamente e, no início, não apresentam nenhuma manifestação física clara. O prognóstico geralmente depende da localização exata do tumor, idade do paciente, condições clínicas gerais, estágio da doença, existência de metástase, etc.

Tal condição é grave e preocupante, pois o câncer colorretal apresenta uma alta taxa de mortalidade. Entretanto, é passível de tratamento. O sucesso da abordagem terapêutica está intimamente relacionado ao início precoce. Por isso, é fundamental prestar atenção aos sintomas para descobrir e tratar o câncer de intestino rapidamente.

Confira a seguir quais são os principais sinais de alerta:

Sangramento intestinal

O sangramento intestinal é um dos sintomas de câncer colorretal. Tal indício pode ser percebido pela presença de sangue nas fezes, o que aponta para problemas  no trato digestivo. Cumpre salientar que nesses casos, o sangue aparece mesclado com o cocô e não se apresenta em forma de sangue vermelho vivo, o que costuma caracterizar alterações mais simples, como hemorróidas e fissuras anais. Na verdade, quando existe um tumor, as fezes tendem a ser escurecidas (pretas). Em algumas situações, o sangramento não é visível. Por isso existe o exame de sangue oculto nas fezes, justamente para identificar as alterações que não são aparentes.

Mudança nos hábitos digestivos

O câncer colorretal pode desencadear alterações nos hábitos intestinais. É comum, por exemplo, que ocorram episódios de prisão de ventre alternados com episódios de diarreia. O peso abdominal, gases e a sensação de empachamento também são sintomas que merecem atenção, bem como, a digestão lenta.

Dores retais e abdominais

Quem tem câncer colorretal é, sem dúvida, mais propenso a sentir cólicas abdominais e dor no reto. Por falar em reto, o calibre das fezes pode diminuir devido estreitamento e eventuais obstruções decorrentes da existência do tumor intestinal

Anemia

O quadro pode vir acompanhado de anemia, especialmente em indivíduos acima dos 50 anos de idade. Isso acontece como consequência do sangramento e do comprometimento da absorção nutricional. Para completar, o apetite fica alterado e a alimentação fica prejudicada, o que pode gerar, além de anemia, o emagrecimento excessivo.

Fadiga

Os tumores intestinais podem provocar sintomas como a fadiga, desânimo e indisposição. Em situações mais extremas, falta energia até para as tarefas mais simples. Pesam aqui as questões físicas e as emocionais, que também influenciam diretamente no quadro.

Outros sinais

Se o câncer se espalhar para outros órgãos (metástase), podem surgir outros sintomas como tosse, falta de ar, dor óssea, fraturas, pele amarelada, náuseas, vômitos, etc.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião em Belo Horizonte!

Comentários
Avatar

Posted by Dr. Diego Paim